quinta-feira, 7 de abril de 2011

A química no amadurecimento das frutas

Certamente você já reparou que quando coloca uma peça de fruta bem madura em contacto com outras mais “verdes”, estas amadurecem rapidamente. Também já deve ter reparado que este fenômeno ocorre principalmente no verão, quando a temperatura é mais elevada. por que razão a fruta amadurece mais rapidamente em contato com outra bem madura? 
A resposta está na química. A fruta madura produz e liberta etileno, uma substância capaz de iniciar uma reação química na qual o amido é convertido em açúcar. Assim, o etileno libertado por uma fruta induz o amadurecimento noutra que esteja próxima. Esta substância é normalmente produzida em pequenas quantidades pela maioria das frutas e também pelos vegetais. As bananas, pêras, maçãs, pêssegos e melões, por exemplo, produzem quantidades mais elevadas pelo que são capazes de induzir um amadurecimento mais rápido que outras frutas. A ação química do etileno é mais lenta a temperaturas baixas, isso é observado claramento no verão, pois as frutas amadurecem mais rapidamente.


O etileno é uma molécula bastante simples da família dos alcenos, constituída por dois átomos de carbono e quatro de hidrogênio (fórmula química: C2H4) em que os dois átomos de carbono estão unidos por uma ligação dupla (veja a figura). 


Apesar da sua importância no processo de amadurecimento da fruta, o etileno em excesso pode também ser prejudicial para muitas frutas, vegetais, plantas e flores já que, ao acelerar o processo de envelhecimento, diminui a qualidade e duração dos produtos, principalmente a temperaturas elevadas.


Assim, deverá ser evitado que frutas que libertem quantidades mais elevadas de etileno, nomeadamente as que foram referidas acima, estejam em contato prolongado com aquelas que sejam mais sensíveis, nomeadamente o kiwi. Além das frutas mencionadas, também o tomate liberta quantidades elevadas de etileno. Os brócoles, as couves, a couve-flor e a alface, por exemplo, são bastante sensíveis ao etileno pelo que deverão manter-se afastados do tomate durante o armazenamento.


Em conclusão, podemos dizer que o processo de amadurecimento de uma fruta induzido por outra bem madura dá efeito quando vemos aquela peça de fruta na fruteira que nos enche a boca d´agua, mas que ainda não está suficientemente madura para comermos. O que fazemos? Compramos uma banana bem madura, colocamos na fruteira e esperamos que a química faça o resto. No entanto, cuidado com a temperatura e o tempo de contato… Se nos distrairmos podemos ter algum dissabor…




Fonte: http://www.agracadaquimica.com.br/


Postado por: Marilia Machado

Um comentário:

  1. Há anos, eu trabalho com vitamina b12,
    e só a alguns meses, eu decidi aderir à dieta vegetariana. Confesso que estou
    sentindo muita dificuldade. Largar velhos hábitos é muito difícil,
    mas eu sei que o esforço vale a pena. Tenho o apoio e acompanhamento de um médico
    amigo, que também é vegetariano. E ele me orientou que eu devia fazer ingestão
    de vitamina b12.

    ResponderExcluir